Mensagens

DESTAQUE

BARES E DISCOTECAS DE CASCAIS NA MIRA DA OPERAÇÃO "SURTO" DA ASAE

Imagem
  SEGURANÇA . Estabelecimentos de restauração, bares e discotecas de Cascais e do Estoril estiveram nas últimas noites na mira da ASAE, no âmbito da operação Outbreak (Surto), desencadeada a nível nacional em prol de uma sã e leal concorrência entre operadores económicos, na salvaguarda da segurança alimentar bem como na garantia do cumprimento das regras de saúde pública determinadas pela situação pandémica. Nestas operações os inspetores da ASAE têm contado com a colaboração das autoridades policiais locais, nomeadamente PSP e GNR. A primeira operação teve lugar há três noites e, para além de Cascais e do Estoril, decorreu nas cidades do Porto, Braga, Chaves, Coimbra, Viseu, Covilhã, Lisboa, Santarém, Almeirim, Évora e Faro. Ao todo, a nível nacional, foram fiscalizados 82 operadores económicos , tendo sido  instaurados 33 processos de contraordenação , destacando-se como principais infrações a falta de observância do dever de verificação, por parte dos responsáveis dos estabel

GNR lança campanha para travar acidentes e mortes com motos

Imagem
MOTOS DA MORTE . Preocupada com as elevadas estatísticas de acidentes, muitos deles mortais, envolvendo motociclos e aproveitando a Moto GP Portugal, que vai decorrer no Algarve, a GNR acaba de lançar, a nível nacional, uma campanha para sensibilizar, informar e alertar  todos os condutores de veículos de duas rodas a motor  para as regras de segurança que devem acautelar durante a condução. #NãoSouDeFerro, é a designação dada a esta campanha de sensibilização, que visa   contribuir para a mudança de comportamentos durante a condução, sendo materializada pela exposição e divulgação da imagem em anexo nas plataformas digitais, e que será exposta em centenas de locais de norte a sul do país, pela divulgação de conselhos nas plataformas digitais da GNR, pela distribuição de folhetos informativos junto dos condutores de veículos de duas rodas a motor, assim como pela divulgação de um vídeo ilustrativo de algumas manobras perigosas mais frequentes, que pode ser visualizado AQUI.  Segund

CAXIAS vai receber 1º Campeonato Nacional de Pesca Desportiva para Surdos

Imagem
  CAMPEONATO tem lugar em Caxias Por Redação 01 junho 2021 | 15h08 PESCA.   A Liga Portuguesa de Desporto para Surdos (LPDS) está a organizar o 1º Campeonato Nacional de Pesca Boia Desportiva, a ter lugar no próximo dia 5 de junho no troço do Passeio Marítimo, que liga o Forte de São Bruno à praia de Caxias, no concelho de Oeiras. “As pessoas surdas também podem pescar e praticar desporto”, disse, a propósito, a  Cascais24  David Santos, um dos participantes no evento e um apaixonado pela arte da pesca lúdica, que costuma praticar na região de Cascais.   A prova  começa às 08h00 e prolonga-se até às 12h00 e as inscrições podem ser feitas na Liga Portuguesa de Desporto para Surdos. O evento, que promete ser bastante concorrido, conta com o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude, bem como da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência.  

Novos autocarros com videovigilância

Imagem
NOVOS autocarros 24 maio 2021 | 18h26 Os 96 novos autocarros da espanhola Martín, do grupo Ruiz, que entram ao serviço esta terça-feira, substituindo a Scotturb no concelho de Cascais, estão equipados com videovigilância por forma a combater a insegurança e o vandalismo. As câmaras transmitem imagens em tempo real. A deteção de uma situação de emergência pode ter como consequência direta a presença em pouco espaço temporal das autoridades policiais. Por outro lado, a frota da Martín conta, ainda, com GPS ((Global Positioning System) em todos os autocarros, o que permite a localização exata do veículo. “A segurança dos passageiros e dos motoristas é uma das nossas grandes preocupações”, assegurou, a Cascais24, Andrés Ruiz, responsável pelo grupo Ruiz em Portugal e segundo o qual “acreditamos que, para além do serviço de qualidade que iremos oferecer, esta é uma forma de garantir a segurança de todos”. Também o presidente do município, Carlos Carreiras, na reunião do conselho

Pedófilo que abusaria de criança desde os 13 anos em prisão preventiva

Imagem
Segurança Um homem, fortemente indiciado pela prática de crimes de abuso sexual de criança, de atos sexuais com adolescentes, de pornografia de menores e detido pela PJ viu a prisão preventiva confirmada esta quarta-feira pelo juiz de Instrução Criminal de Cascais. Segundo “os fortes indícios recolhidos, o arguido, de sexo masculino, é suspeito de, por várias vezes, ter mantido atos sexuais com um menor desde que este tinha 13 anos de idade, apurou Cascais24 junto da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa do MP. O arguido, que estaria inserido num ambiente muito próximo dos familiares do menor, é, ainda, suspeito de ter aliciado a vítima a fotografar as suas partes íntimas e a remeter-lhe o respetivo registo fotográfico. De acordo com o Ministério Público, é, também, suspeito de ter convencido o menor a filmar-se na prática de atos sexuais por videochamada”, que foi “presenciada pelo arguido”. Detido pela Secção da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo, qu

COVID19. Laboratórios Quilaban de ex-vereador João Cordeiro oferecem ventiladores ao hospital de Cascais para ajudar a salvar vidas

Imagem
COVID19 Por Redação  27 março 2020 A “Quilaban”- química laboratorial analítica, com sede na Quinta da Beloura e liderada pelo ex-presidente da Associação Nacional de Farmácias e antigo vereador na Câmara de Cascais João Cordeiro ofereceu dois ventiladores ao Hospital de Cascais, apurou Cascais24. A notícia é dada por Fábio Lavos Martins, diretor do Bloco Operatório do Hospital de Cascais. “A Quilaban, empresa de Cascais que prima pela excelência, teve para com o Hospital de Cascais (melhor dizendo para com a população portuguesa) um gesto de generosidade e nobreza ao alcance de muito poucos”, afirma Fábio Martins. O diretor do Hospital de Cascais precisa que a Quilaban “cedeu-nos os dois ventiladores disponíveis na Clínica da Beloura, sem qualquer custo associado, e por todo o tempo que for necessário para ajudar a salvar vidas". De acordo com uma publicação, Fábio Martins afirma que “porque é assim que se reconhecem as instituições de excelência-feit