COORDENADOR APOSENTADO DA PJ E INFORMADOR DETIDOS EM CASCAIS

Por Cascais24

05.04.2016
Fazia uma vida aparentemente normal, desde que passara à aposentação, o coordenador de investigação criminal da PJ Dias Santos, uma das 15 pessoas detidas esta terça-feira no âmbito da operação "Aquiles", da brigada anticorrupção da PJ.

Figura lendária da PJ, com mais de 34 anos de serviço, com passagens pelas secções de furto, roubo, droga, banditismo e pela então Inspeção de Portimão, vive no concelho de Cascais e era visto com frequência, sozinho ou acompanhado da família no CascaiShopping. 

"Nada fazia prever esta detenção e foi uma enorme surpresa", disse, a Cascais24, fonte próxima do coordenador aposentado da PJ, que foi detido em casa.

No concelho de Cascais terá sido detido, também, um alegado informador, que funcionaria como agente provocador em operações antidroga da PJ, o qual, soube Cascais24, "responderia diretamente" a outro investigador detido nesta operação: o inspetor-chefe Ricardo Macedo, outro lendário no combate ao narcotráfico internacional.

Ricardo Macedo foi detido, ao chegar de manhã às instalações da brigada antidroga da mesma PJ, na Gomes Freire.

Doze outras pessoas foram detidas na operação  que mobilizou quase duas centenas e meia de inspetores e seguranças da Polícia Judiciária, bem como magistrados judiciais e do Ministério Público.

"Ao todo, foram realizadas cerca de cento e vinte buscas, domiciliárias e não domiciliárias, em todo o território nacional", informou, entretanto, a Polícia Judiciária (PJ).

Os suspeitos, com idades entre os 39 e os 61 anos, poderão vir a ser indiciados pela autoria dos crimes de corrupção ativa e corrupção passiva para ato ilícito, branqueamento de capitais e tráfico de estupefacientes.







Publicar um comentário

0 Comentários