OPINIÃO

Ameaça terrorista não "assusta" Festas do Mar na "Nice" portuguesa

Por Cascais24

14.08.2016


As medidas de segurança para prevenir ataques terroristas como o que aconteceu em Nice, França, que matou 89 pessoas, vão ser implementadas, com novas soluções securitárias, nas Festas do Mar, em Cascais, que decorrem durante dez dias, entre os próximos dias 19 e 28 de agosto, apurou Cascais24.


A decisão de reforçar as medidas de segurança nas festas de verão, de uma forma geral, foi transmitida pela Direção Nacional da PSP aos responsáveis pelos Comandos Metropolitanos de Lisboa e Porto e regionais, com o objetivo de "reduzir e minimizar os efeitos inerentes a eventuais atentados”.


Nas Festas do Mar, em Cascais, o perímetro de segurança será alargado e reforçado, de acordo com o plano de articulação entre a PSP e o município, que tem sob a sua tutela a Polícia Municipal. 


Para além de um significativo reforço policial, com várias valências da PSP, a segurança e o policiamento às tradicionais festas do Mar que atraem muitos milhares de pessoas, sobretudo na baixa de Cascais, junto à Baía, contam com rigorosas restrições ao tráfego rodoviário, além de barreiras em perímetros bem delimitados que impedem a circulação de quaisquer veículos, à exceção dos de emergência, numa área suficientemente protetora.


Segundo Cascais24 apurou, também, para além da PSP, com as várias valências e instruções rigorosas aos seus efetivos, bem como da Polícia Municipal, as forças de segurança contam com a presença de agentes à civil, instruídos no sentido de seguir “com o profissionalismo que lhes é exigido, ”toda e quaisquer movimentações suspeitas”.


Estes agentes têm instruções rigorosas para “intervir” de imediato em caso de ameaça ou comportamento “suspeito”.


Fonte da presidência da Câmara de Cascais, instada por Cascais24, assegurou que “estão adotadas todas as medidas possíveis de segurança”, acrescentando “existir uma excelente articulação entre os serviços camarários, encarregues da organização e segurança do evento e a força de segurança pública”, neste caso a PSP.


“A Câmara Municipal de Cascais, por indicação precisa e rigorosa do seu presidente não olha a meios logísticos e, até financeiros, para, em articulação com as forças de segurança pública, garantir a segurança dos munícipes e dos milhares de visitantes que são esperados nestes dias nas tradicionais Festas do Mar”, garantiu a mesma fonte.


Durante 10 dias, as Festas do Mar vão encher Cascais com milhares de pessoas, atraídas por um programa variado. Do pop rock ao fado ou da música sinfónica ao soul music, são vários os grupos que irão subir ao emblemático palco na Baía de Cascais. 


Veja aqui o programa das Festas do Mar.



Comentários

NOTICIAS mais lidas

Tinha em casa soqueira e pistola de alarme

Novos autocarros com videovigilância

Pedófilo que abusaria de criança desde os 13 anos em prisão preventiva

GNR investiga assalto ao Complexo Desportivo de Alcabideche

CAXIAS vai receber 1º Campeonato Nacional de Pesca Desportiva para Surdos

PJ que terá desviado 200 mil euros de cofre milionário de mansão da Quinta da Marinha em silêncio

Foi a casa buscar caçadeira para "acalmar ânimos" mas acabou desarmado por dono de café em Tires

COVID19. Laboratórios Quilaban de ex-vereador João Cordeiro oferecem ventiladores ao hospital de Cascais para ajudar a salvar vidas

Rede transnacional de furto viciação e tráfico de carros com ramificações em Cascais