Bombeiros de Cascais alertam para falso ou confuso peditório

Por Cascais24

03.06.2016
Os Bombeiros Voluntários de Cascais alertaram esta sexta-feira na sua página do Facebook para um alegado falso peditório em que, presumivelmente, é usado o nome dos bombeiros.

"Fomos informados, por diversos populares, residentes na zona adjacente ao nosso quartel, de que alguns elementos identificando-se como associados, da Associação Portuguesa de Veteranos de Guerra, estarão a efetuar peditórios em nome da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Cascais", refere o alerta no Facebook.

Cascais24 apurou, nomeadamente que, pelo menos uma pessoa contatou com os Bombeiros de Cascais, informando que tinha acabado de ser "enganado" ao contribuir.

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cascais "não efetua peditórios de porta a porta ou na via publica, repudiando totalmente esta atitude", sublinham os responsáveis pela corporação.

A PSP de Cascais foi, entretanto, alertada para este alegado falso peditório, soube, ainda, Cascais24.

Os Bombeiros Voluntários de Cascais apelam "a todos, que caso sejam abordados, por esta ou outra qualquer entidade sobre peditórios, em nome da AHBVC, que rejeitem o pedido e nos contactem imediatamente ou as autoridades competentes", conclui o alerta lançado na página do Facebook.

Recorda-se que é habitual em alguns dos principais locais centrais de Cascais a presença de alegados membros da Associação dos Veteranos de Guerra, que envergam indumentária muito semelhante à farda dos bombeiros, a realizarem peditórios, aparentemente autorizados, o que, no entanto, deixa as pessoas algo confusas, com muitas delas a julgarem estar a contribuir para os "Soldados da Paz".



Enviar um comentário

0 Comentários