Andaram a trabalhar em pinturas em casa de casal idoso que depois foram assaltar

Por Cascais24

15.06.2016
O juiz de Instrução Criminal de Cascais decretou a prisão preventiva para quatro cidadãos brasileiros, em situação ilegal em Portugal, identificados e detidos pela brigada Antiroubo da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo por assalto violento ao domicílio de um casal idoso.

Os quatro homens, com idades entre os 19 e os 34 anos, tinham realizado trabalhos de pintura em casa do casal, no concelho de Cascais.

Aproveitando o conhecimento resultante dos trabalhos efetuados, no dia 6 de maio último, os quatro homens dirigiram-se à residência do casal idoso, com 77 e 78 anos, onde com ameaça de arma de fogo neutralizaram as vítimas e roubaram diversos bens valiosos.

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, identificou e deteve quatro homens, com idades compreendidas entre os 19 e os 34 anos, indiciados pela prática de crimes de roubo e burla informática.

Os inspetores da brigada Antiroubo da Polícia Judiciária acabaram por identificar, localizar e deter os quatro suspeitos, indiciados pelos crimes de roubo e burla informática, dado terem utilizado fraudulentamente cartões bancários do casal.

Em situação de permanência ilegal em território nacional, os suspeitos foram submetidos a primeiro interrogatório judicial e viram confirmadas a prisão preventiva.



Comentários

Mais procuradas